PROSAS EM VERSOS

SER POETA, É SENTIR AFLORAR DA PELE SENSIBILIDADE, É OUVIR O GRITO DOS QUE NADA DISSERAM, É VER POR UMA GAMA DE CORES INVISÍVEIS À MACROSCÓPICA VISÃO DOS INSENSÍVEIS, É PENETRAR IMPIEDOSAMENTE À ALMA HUMANA.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

No orvalho deitado (Jorge Morais)





Jorge Morais
 


no orvalho deitado 
teu corpo molhado
acaricio
olhares trocados
nos pingos gelados
sem frio
clima aquecido
tórrido desejo
se encontra selado
com um beijo
pensamento erudito
esconde o prescrito
aproveitando o ensejo
à muito jurado
de quando em vez
arrefece a vontade
quando a agua corre 
no chão alagado
e o pensamento
que a trecho momento
se mostra fragmento
pela chuva quebrado

jorge morais

Fitas cortadas (Jorge Morais)




Jorge Morais




fitas cortadas

por demais emendadas
trazem belezas
para sempre acondicionadas
em sótãos fechados
princesas e fadas
lobos e capuchinhos
ratos e coelhinhos
e demais bonecos
pinóquios arlequins
sonhos estampados
na tela esticada
que fizeram pular
muita criançada
saltos e palmas
e gargalhadas
perderam-se no tempo
das fitas guardadas
e fazem que tudo
sejam somente
aguas passadas


jorge morais

Degraus íngremes (Jorge Morais)




Jorge Morais




degraus íngremes
escada esguia
histórias contadas
folhas folheadas
sentido único
estrada do conhecimento
virtude presente
junção de letras
palavras formadas
levam ao entendimento
aprendendo que o sofrimento
são aguas passadas
aprendizagem constante
vida vivida
que a qualquer instante
demonstra
que não há chegada
sem haver
partida
se o que sabemos
sabemos não saber
então ainda teremos
muito que aprender

jorge morais

Lembrarei (Orlando Costa Filho)




Orlando Costa Filho



não esquecerei: comer folhas evita
levar picada nas pernas pernilongos e afins
parar de fumar...fácil. difícil é não voltar...
que sempre haverá alguém melhor do que nós
naquilo que fazemos. não esquecerei
levei seu coração-clorofila e restou
uma caverna, private cavern club, um pub
uma noite doce e eterna enquanto ouvia
suas refrescantes palavras que desciam das nuvens
lavando calçadas e vias...

não esquecerei
que eu e você somos um verso sem vírgulas
que nossas vidas são combustíveis e o comburente
é a poesia
somos um pavio em que a chama é amarela,
avermelha e azula
amor em combustão. dúvidas? dívidas?
solenemente são descartadas na pia
se perdem no sumidouro no fundo do mundo!

lembrarei ainda
a rotina jamais embaçou nossas retinas
não haveremos de ficar num canto da noite densa
sentados no chão a mercê das paredes como se fosse
um refúgio! não esquecerei
a morte é um subterfúgio do espírito
ante as dificuldades da matéria e eu
jamais morrerei por você. só viverei! só viverei!
como puder como você como vier sem pudor
mulher...

tatuada na memória trarei
sempre que ouvir badalos de sino ecoarem na menopausa
das tardes,
a grande verdade me abate, honey: ninguém chega
aos 50 impunemente sob pena de ser santo e não
gente,
damos um rolê lado a lado até o céu encher-se de purpurinas
e lantejoulas
e minha mão agarra-se à sua como se eu fosse
uma criança que caminha à beira de um precipício...

ocf
Castelo/ES 01/06/2012

Simone Ribeiro - Foto = BAHIA


Simone Ribeiro
BAHIA



Bahia
De Jorges
Gabrielas
Tietas
e tantas...

Bahia
da mistura
da raça
da graça
da dança...

Bahia 
de todos os santos
cantos
ritos
mitos

Bahia 
dos amores
temores....
Açoites.

Bahia
de muitos ritmos
agitos
cantores 
dores...

Bahia
do cantor do abraço
da cantora da festa
do cantor sozinho
da cantora da lua de prata...

Bahia 
de Jorge tão amado
tão proclamado
tão editado
tão copiado...

Linda é essa Bahia...

Que te gerou,
criou
e prestigiou!

Felizes somos nós!
O temos e podemos....
Chamá-lo de ...Irmão Jorge!

Autoria: Simone Ribeiro.

Basilina Divina Pereira - Terma = Descreva-se (A MULHER QUE SOU)




Basilina Divina Pereira
A MULHER QUE SOU




Descrevo a mulher que sou:
versátil, fecunda, fluida...
não sei bem por onde vou,
mas sigo a trilha dos druidas.

Falo a linguagem do amor
neste terraço do mundo 
se encontro miséria e dor
acelero e vou mais fundo.

Sempre tem dias de chuva
e de assobio no escuro,
mas quem tem mão salva a luva,
sonho atrevido é futuro.

Nado em audácia e leveza
com charme de lua cheia,
tem mistérios, com certeza,
o que me corre nas veias. 

Mas como toda mulher
sou força que para o vento
quem foca o alvo e o quer
vai além do pensamento.

Basilina Pereira

Maria Salete Ariozi - Tema = Descreva-se (PERFIL)


Maria Salete Ariozi
PERFIL




Sou de fevereiro, mês do carnaval.
Desde muito cedo trago em mim
Toda alegria e entusiasmo,
Fazendo disso meu lado forte...
Sou Festeira por Natureza !
Gosto de dançar,
Gosto de cerveja,
E de boa mesa.
Gosto da noite, melhor ainda se, 
Iluminada pelas estrelas ! 
Também sou seresteira,
Adoro música, de muitas maneiras,
Incluindo às sertanejas. 
Sou extremamente romântica, 
Eternamente apaixonada,
Natureza digna de uma Pisciana,
Chorosa e sonhadora, 
De Sensibilidade aflorada.
Aprecio demais a natureza 
Tendo ela meus cuidados e doçura...
Sou um pássaro manso e feliz, 
Se bem tratado e respeitado,
Podendo cantar ao seu ouvido
Suaves, apaixonantes melodias.
Gosto e admiro toda forma
De cavalheirismo, simpatia...
Isso me encanta, me conquista !
Afasto-me por inteira das mentiras,
Maldades, ironias, falcatruas.
Sou dócil peixinho em seu aquário,
Se bem cuidado por boas mãos.
Podendo a qualquer instante 
Ao contrário disso, num relance
Transformar-se num tubarão !
Vivo assim, a cinco décadas
Livremente em mim e feliz !

((Salete))-Agosto-2012
Lei do Direito Autoral (9610/98)

Simone Ribeiro - Tema = Descreva-se (EU)


Simone Ribeiro
- EU



Sou eu
Sou Simone
Sou professora
Sou humana
Sou gente....

Ser humano!

Pertenço à uma raça...
Uma etnia.

Sou do mundo

Sou minha...kkk

Sou apaixonada
Amada
Temida
Esperada...

Alguns odeiam
Outros amam
Outros suportam...

Mas...
O que importa?

Sou quem sou
Me amo
Me basto
Me calo...

Falar?
Para quê?
Por quê?

Sou quem sou...
Sou apenas eu...

Amo
Apaixono
Enlouqueço
Atormento....kkkk

Tudo numa vez
Numa rapidez...

Já fui doente
Hoje me curei!
Nem doença
quis saber deu....

Quem dera alguém....
Será que aguenta?
Suportas
Ama?

Quem saberá?

Eu só sei que...
eu amo eu...

Os outros?
São os outros...
e só....kkkkk

Simone Ribeiro - Foto = JORGE


Simone Ribeiro
Jorge




Estimado
Prestigiado
Publicado
em vários idiomas...

Jorge de Zélia...
Amada...
Amante...
Companheira!

Jorge de encantos...
Folhetins...
Prantos...

Jorge...
Que tão bem descreveu sua terra...

Sua gente...
Sua História...

Vários são seus amores...
Como também os malfeitores...
Coronéis...
Oposição e a situação....
Jagunços...
Cangaceiros...
Vários se criaram sob a tua caneta - teu cajado...

Que destreza....
Que emoção!

Keyla Alves Fernandes - Tema = Descreva-se (EU)




Keyla Alves Fernandes
EU




Viagem no tempo
mágicas lembranças
no verde olhar 
mulher menina
páginas de esperanças...

Livro da vida
encantos da infância
recanto goiano
ancestrais de minas
sotaque engraçado 
um pouco carregado
pelos passos da vida...

Uma dor além física? 
a dor da saudade...
Mãezinha se foi 
deixando dúvidas
da adolescência
a maturidade...

Pequena flor, virou mulher
aliança nos dedos 
dois filhos belos 
reais tesouro
puros e sinceros...

Caminhos teve perdas
outros ganhos 
momentos de buscas...
a liberdade é o sorrir
sem medo de ser 
na sensualidade do sentir...

Aliança desfez 
passarinho é o sonho
o viver será o buscar
o trabalho as asas
mundo novo a alcançar...

Mulher goiana 
o canto é a vida
nasceu para amar
um amor amigo 
ainda irá encontrar...

Keyla Alves Fernandes

Lucinha Santos - Tema = SIMPLESMENTE LU



Lucinha Santos
Simplesmente Lu



Eu sou assim, sentimentos explodindo dentro de mim
tudo é intenso, denso, verdadeiro
Se fico braba
eu falo tudo que sinto
abro meu coração, solto o grito.
Mas não guardo rancor de ninguém
e perdoo sempre, por que somos humanos
e quem não erra também ?
Sou amiga, sou sincera, e
pra familia sou leoa
Não mexa com meus filhos
por que eu perco o tino e agrido.
Não quero mau de ninguém
só fiquem longe de mim
quem não é do bem.
Gosto do simples, do justo, do correto
e quem me conhece sabe que tento andar sempre
na linha do certo.
Não sou santa, nem o quero
tenho defeitos mil
por que sou de carne e osso
e agradeço por isso, por todos os dias,
evoluir, tentar me corrigir.
Sou romântica, sempre nas nuvens
com os pés sempre fora do chão
Minha vida é um poema escrito
com asas e com a emoção
Sou lagarta que virou borboleta
e voou pra ser feliz
Sou eu, simplesmente lu.

Lucinha ♥

Maria Salete Ariozi - Foto = BAHIA !



Maria Salete Ariozi
Bahia !



Terra de todos os Santos,
Terra do Senhor do Bom fim!
Dos verdes mares sem fim. 
Por todos os cantos a beleza
Encanta, em animadas Baianas
Falantes vendendo nas praças
Seus Acarajés,quindins,cocadas,
Sarapatél, quitutes regional, 
Especiarias apimentadas.

Terra dos encantos das Sereias,
Proteção de Iemanjá !
Reza forte do Candomblé.

Som do Olodum que norteia,
Trazendo o gingado para as ruas.
No axé que mexe com esta gente
Que tem fome de alegria.

Bahia ! Terra de São Salvador !
Cama dos Músicos e capoeiristas.
Berço de grandes Poetas escritores
Que falam das Paixões e de
Seus muitos Amores...

Hoje brota no peito uma Saudade!
Do encanto nas linhas escritas
Traduzidas por sedução...
Terra querida, hoje sem alma,
Ali se faz fria !
Empobrecida na história que 
Enobrece a poesia.
Saudades do mestre !
Que enriquecia nossa literatura,
Por meios envolventes 
Aos nossos corações como só
Ele sabia fazer...
Viva ! dou Vivas ao escritor
Eterno Jorge Amado,
11 anos sem Você...

((Salete))-Agosto-2012
Lei do Direito Autoral (9610/98)

Daisi Oliveira de Souza - Foto = JORGE O AMADO



Daisi Oliveira de Souza
Jorge o Amado



Ler Jorge Amado é viajar no tempo,
Sua escrita tem sensibilidade extrema.

Na Seara Vermelha,
“O vento arrastou as nuvens
A chuva cessou...
As aves de criação
Em seus refúgios
Voltaram a ciscar”

Na Tenda dos milagres,
“A Rosa sempre chega assim
Inesperada, vem de súbito,
Da mesma forma inconsequente
Desaparece – Rosa maluca
Rosa do cais tantas vezes mentia!

Na noite dos capitães de Areia,
“A luz da lua se estendeu sobre todos,
As estrelas brilham ainda mais no céu,
O mar ficou de todo manso
(talvez Iemanjá tivesse vindo ouvir a música)
E a cidade era como um carrossel”.

Jorge Amado, sua prosa é poética,
Escritor, homem, poeta, cidadão,
Deixou de herança toda a sua paixão.

Daisi Oliveira de Souza

Ligia Shlochmann - Foto = JORGE LEAL AMADO DE FARIA



Ligia Shlochmann
JORGE LEAL AMADO DE FARIA





POETIZA-LO, seria perverso, 

irresponsável de minha parte.
Amado Jorge, com tanta grandeza,
uma singela homenagem.
Só posso....eternamente AMA-LO.


Ligia Shlochmann.
inv/agosto/2012

Ereni Wink - Tema = Descreva-se (BAÚ FECHADO)



Ereni Wink
BAÚ DE FEHADO 




O frio penetra nos ossos
Acendo o fogo na lareira
Enquanto as chamas crepitam
O calor aconchegante invade a sala.

Da vidraça observo o horizonte
O vento acoitando os ipês em flor
Cobrindo a terra com um tapete amarelo.

Lentamente ...
Começo a abrir meu baú
Onde guardo sigilosamente 
Retratos de alguns caminhos 
Por onde passei...

Revejo minha infancia
Tão cheia de fantasias
Onde para mim criança
Era somente alegria.

Mas alguma nostalgia guardo
Da minha mãe tão amada
Pois sentia que seus sonhos
Não eram realizados.

Assim os anos passaram
Dos meus pais guardei carinho
Idoniedade na vida...Minha lição preferida.

Cresci , aprendi ser forte
Encarar a vida de frente
Se algum projeto falhar
Continuar seguir em frente.

Sempre gostei de ouvir musicas
E declamar poesias
Escrevia até cansar
Palavras a revelia.

Muitas veses fui pequena
Fui grande...
Forte ,fraca ,ireverente
Quando amei me dei inteira.
AH....se eu soubesse!!!
Seria bem mais altaneira

Hoje já bem crescida
Nessa nova ,velha fase da vida
Não me arrependo de nada
Exeto não ter me lançado
Pois viver é uma aventura.

Meu coração é sensivel
Meus amigos eu venero
Desejo que sejam felizes
Por Deus ...é o que eu mais quero.

Até aqui eu cheguei...
Do bau que eu abri
Vou tirar só alegrias
Os retratos da tristeza 
Ficam presos la no fundo
Fecho a tampa...

SOLEDADE 28/08/2012 Ereni Wink

Ligia Shlochmann - Tema = Descreva-se (ASSIM SOU EU)




Ligia Shlochmann
ASSIM SOU EU





Como, ASSIM SOU EU?
sinceramente não sei,
nós não nos conhecemos 
a nós mesmo, mas quem disse
isso foi o filósofo.
Sou como outra pessoa qualquer,
filha de Deus, filha do Universo
com milhares de defeitos e algumas
qualidades....entre o bem e o mal
Mas indiscutivelmente sou repleta
de amor que permeia pelas minhas
veias, entranhas, e todo meu ser
AMO sem pre-conceitos, sem distinção,
todo Universo......
Como? .....ASSIM SOU EU!


Ligia Shlochmann.
inv/agosto/2012

Daisi Oliveira de Souza - tema = Descreva-se (CEREJEIRA)


Daisi Oliveira de Souza
Cerejeira





Desenvolvendo seus galhos em direção ao sol,
Segue a pequena árvore em seu crescimento.
Exige que o podador use seus conhecimentos e habilidades,
Com a convicção da “interferência” que tem na modelagem.
A cerejeira com seu gracioso tronco, muda de cor (e forma)a cada ano.

No oriente associada aos samurais cuja vida era efêmera,
Assim como a vida da beleza de suas flores.
Como tatuagem, representa a pureza do amadurecimento,
Seus frutos suculentos de sabor agridoce frutificam na primavera.

Termina a estação das flores, caem as folhas e flores,
A beleza já não está exposta, mas as raízes estão mais profundas
Gosto de me ver assim, me renovando num ciclo de vida sem fim.

Daisi Oliveira de Souza

Mô Schnepfleitner - Tema = Descreva-se (QUEM SOU?)


Mô Schnepfleitner
Quem sou?




Nâo sei se sou verso
Não sei se sou prosa
Uma mistura agridoce
de uma mulher-menina
as vezes pequenina
as vezes um vulcão.
Meio avoada,
cabeça nas nuvens
pés bem plantados no chão
bom senso de orientação
na vida não se perde
só nos devaneios
Forte na casca
frágil na essência
mas eterna lutadora.
Fleumática para alguns
Prismática para outros
eterna sonhadora...
Encontrou nos versos
o seu refúgio
e trocou a tristeza pela alegria
a solidão pela boa companhia
de amigos de todos os cantos
que ajudaram a secar meu pranto
e deram a minha vida 
um pouco-muito de encanto.

Mô Schnepfleitner
29/08/2012

Aníbal Bastos - Tema = Descreva-se (INSPIRAÇÃO)




Aníbal Bastos
INSPIRAÇÃO




Assim como a árvore dá seu fruto,
Pelos ditames da lei da natureza,
A inspiração também é com certeza,
Da mente do ser humano o produto!

Todo o ser possui este atributo,
Como o diamante possui beleza
Mas para conseguir ter maior pureza
Deve ser lapidado, em vez de bruto!

Inspiração é usar-se os sentidos,
Sobretudo os olhos e os ouvidos,
Para analisar o que nos rodeia!

- É sentir bater forte o coração,
Ver o mundo com os olhos da razão!
- É sentir dentro de nós a dor alheia!

Angela Mendes - Tema = Descreva-se (UM ÁLBUM)



Angela Mendes
UM ÁLBUM



Um álbum de fotografia
amarelado pelo tempo
folheado página por página
quem sou, ele me diria.

Fui frágil menina sonhadora
que o tempo tornou
uma mulher forte,batalhadora,
que da luta nunca recuou...

Juventude sem muitas alegrias
sonhos frustrados, alguns alcançados 
Estudo e trabalho, no dia a dia,
e caminhos traçados, delineados...

E nesse álbum em cada foto vejo
etapas de um caminho trilhado
que forjou minha personalidade
neste perfil aqui retratado.

Alegre, mas tenho tristezas
nada escondo, deixo transparecer.
Da juventude a beleza
tornou-se o amadurecer.

Adoro ler, escrever,poetar,
Ouvir música até cansar!
Fazer amizades reais e virtuais,
pois ambas são quase iguais!

Sou leal, fiel, verdadeira,
às amizades e ao amor
entrego-me por inteira, 
o que me traz algum dissabor.

Em Deus acredito com fé,
e também no ser humano, 
e vou remando contra a maré,
afastando o desengano.

Tenho muitos defeitos
vaidosa, teimosa,sensível,
trago nas mãos, com jeito,
um coração incrível...

E as marcas do tempo no rosto
são das perdas lamentos
do que me trouxe desgosto,
resquícios dos sentimentos...

E ao fechar o álbum encontro 
uma foto quase esquecida,
traços de um rosto maduro
que ainda vislumbram o futuro.


ângela mendes, 29/08/2012

Você faz parte daqui