PROSAS EM VERSOS

SER POETA, É SENTIR AFLORAR DA PELE SENSIBILIDADE, É OUVIR O GRITO DOS QUE NADA DISSERAM, É VER POR UMA GAMA DE CORES INVISÍVEIS À MACROSCÓPICA VISÃO DOS INSENSÍVEIS, É PENETRAR IMPIEDOSAMENTE À ALMA HUMANA.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Amor que outrora


Jorge Morais




Amor que outrora
precoce nascido
com o tempo
criado
no tempo vivido
enriquecido
aumentado
coração em chama
que a chuva
não apaga
trata desta amor
dando-lhe calor
não queiras que o aguaceiro
o alaga
que a flama desponta
num amor a crescer
olimpíada vencida
num entardecer
não interessa a partida
o lugar da chegada
o que mais conta
é saber
que o que se fez
é muito mais
que nada


jorge morais

POETA DOLANDMAY - Foto = MAGIA DE VIVER




Poeta Dolandmay Walter
MAGIA DE VIVER




Viva a vida com alegria... 
Cultives a amizade, 
Não plante a maldade. 

Faça de teu viver uma magia... 
Ofereça sempre uma flor, 
Não guarde no coração rancor. 

Viva a vida com fantasia... 
Nos prazeres da verdade, 
Não esqueças a lealdade. 

Faça de tua alma vazia
Um ser de grande esplendor... 
Em teu coração, cultives o amor!

Poeta Dolandmay

MÔ - Foto = H/H


Mô Schnepfleitner
H/H




Primavera canta -
Beija-flor atrevido
escolhe a sua flor.

Mô Schnepfleitner
(março/2012)


MÁRCIA REGINA - Tema = AUTORRETRATO




Márcia Regina Lopes




Cada dia que me olho no espelho
Vejo alguém diferente
As pessoas e os sonhos 
Me moldam, ora fria, ora quente
Ora doce, ora amarga
Depende do dia, do humor
Da esperança que sinto
Da ida ou chegada do amor
Não tenho limites definidos
Nem sonhos finitos
Tenho caráter e ideais
E assim vou me retratando
No dia a dia, um após o outro
Errando e acertando
Crescendo e desfilando
Pelos caminhos dessa vida
Simplesmente assim
Um começo, vários meios e
Nunca um fim.
(Márcia Lopes julho/12)

SIMONE RIBEIRO - Foto =







Simone Ribeiro






Sou quem você se apresenta para mim...

Dentro de nós convivem serpentes e beija flores....
Depende da tua intenção para comigo
Um deles irá te recepcionar....
Chegue amigo, na paz e mostrando sorrisos...
Seja leal e honesto....

Meu lado beija flor te acolherá....

Agiu ao contrário?

Te cuida: no horóscopo chinês sou serpente e meu ascendente é leão
!


MÁRCIA REGINA - Foto = PAISAGEM




Márcia Regina Lopes
Paisagem



Vem meu beija flor

Uma linda história me contar
Meu caminho enfeitar
Minha casa visitar
Traga consigo cheiros
Cores e músicas
Venha tudo embelezar
Se por acaso encontrares
Choro, lamento, dor 
Adornos manchados ou sem cor
Deixe-os pelo caminho
Não quero ódio e desamor
Quero a lua, o sol, o vento
O Arco íris, as borboletas
Sorrisos, tesouros e o tempo
Tudo para encantar a vida
Recheada de flores, poesias
Lindas cores e muitos amores!


No Além de Mim





Poeta Dolandmay Walter




Dou-te a concessão
A entrar nos meus sentidos,
A vincular o destino
Que te prendes à minha razão.

Deixo-te entrar nos meus dias
E nas minhas noites de solidão,
A tentar descobrir
As fúnebres e tensas cobiças
Que me altera o existir.

Libero-te a revelar a idolatria
Que me abrasa a alma,
Que se estende no louco sentir
Do meu imenso coração.

E quando estiveres no alívio
Da minha voz embriagada,
Cubra-me com o manto branco
Do querer que te dominas,
Que ambiciona e te envolves
Sob a minha louca paixão!

Poeta Dolandmay

Da janela do sótão




Jorge Morais



da janela do sótão
da minha alma
olho o infinito
à tua procura
firmamento exposto
cujas estrelas mostram
um estrada de via láctea
chamada
num pôr de sol
que desponta
em torno de uma miragem
perdida
troco o pensamento
por um simples
pensar em ti
mesmo que a vista
não alcance
não impede que o coração
te veja
fazendo com que a solidão
destas aguas furtadas
com dono fiquem
e eu perdido me encontro
com a tua silhueta
na minha imaginação

jorge morais

LUCINHA SANTOS - Tema = AUTORRETRATO


Lúcinha Santos
Autorretrato





Muito simples fazer um auto retrato
olhar-me no espelho e me definir
por inteiro
Sou intensa, verdadeira
Gosto de todo por inteiro
sem porções pequenas
tudo verdadeiro
nada morno
Não sou de meias palavras, porque
isso não me completa
prefiro a verdade que me mate
do que encobrir com uma mentira
Aos amigos sou tudo
Tudo que posso fazer, entender,
resolver.
Se precisar sorrir, chorar ou simplesmente
bagunçar, estou pronta , sempre !
A familia meu tudo, meu alicerce precioso
aonde eu descanso minhas dores e aonde
guardo meus melhores sorrisos.
Meus filhos, meu céu, meu paraíso
tudo que de mais precioso, oque realmente eu preciso.
E quanto ao amor
esse me tem inteira em tudo
Gosto de sentir amada e desejada
E quando amo me entrego por inteiro, sem pensar
se vai dar certo ou não
Prefiro viver intensamente do que não arriscar e não sentir.
A vida é pra isso, ser vivida.
Defeitos ? os tenho é claro, sou humana, imperfeita
tenho raiva, tenho nojo, tenho pena e tudo com a mesma
intensidade, mas não levo nada pra dentro do coração.
Lá só entra as coisas boas.
Alimentar rancor não faz meu tipo, isso realmente faz mau.
Essa sou eu, quem me conhece, me tem inteira.
Essa sou eu, simplesmente lu, simplesmente tentando
ser verdadeira.
Lucinha ♥

MÔ - Foto = BEIJA=FLOR


Mô Schnepfleitner
Beija-flor




Beija-flor
de asas rápidas
descuidado no voar
Toma cuidado
que a cobrinha
já está à te espreitar.
Voa,voa
para longe
outras flores procurar
por que senão
meu bonitinho
tu podes 
virar um manjar !

Mô Schnepfleitner


SALETE - Foto = CONFLITO



Maria Salete Ariozi
Conflito



Cacos de vidro Cortantes,
Conflito de personalidade. 

Veneno estilhado a qualquer
Instante...
Dotados de maldades 
Adoçado com mel de
Realidade !

Defesa necessária ao 
Desconhecido...

Tão Obscuros,
Tão ilusórios,
Tão Traiçoeiros,
Tão diferentes...
Tal qual Óleo e Água,
Não se misturam...
Um queima...
Outro
Apaga !

((Salete))-Julho-2012


POETA DOLANDMAY - Tema = Autorretrato (APARÊNCIA)




Poeta Dolandmay Walter
APARÊNCIA




O que sou distante desse mundo?
Nem um miserável criticado a força!
Que bem aqui, sou um circundo
Por quem me vê, por quem me torça!

Que seja eu, curvado, tristeza toda!
Assim, sou mesmo um profundo,
Que de gargalhadas sou bucha-escoda;
Um lavar de cerne de moribundo!

“Sou chuva que cai e que corre solta,
Sou água sem brilho e absorta,
Sou dessa terra mais um pecado!”

Que bem me veem dum amor-tortura!
Porque sou filho da amargura,
Do orgulho mudo do meu falsado...

Poeta Dolandmay
*Respeite os Direitos Autorais*
**Art: 184**


ANGELA MENDES - Foto = BEIJA-FLOR


Angela Mendes
Beija-flor...





POETA DOLANDMAY - Tema = AUTORRETRATO (CORAÇÃO BENDITO)




Poeta Dolandmay Walter
CORAÇÃO BENDITO




Tenho em mim um coração

Que a vida devora
Oras um ser nostálgico, outras amor
Que vive alegria, que vive dor
Nas entranhas da vida
Nas rosas, nos cantos, vãos!



Tenho a canção, rara vida...
Aos céus a erguer saudosas mãos.
Vai, vida, espero-te aqui a rogar
Sozinho, nas sombras do sol...
A mim queima, as noites todas
Em mim só existe, por te amar!



Canto, revivo, serenata chora...
Minha voz, estranha em ti,
Porta da alma num além, outrora
Passagem às trevas também —
Elemento que vive e canta
Melhores dias do corpo, e vive!



Estranho ser de ilusão, bendito
Ramados traços de afeto aflito
Tu és de mim o amor que tive!

Poeta Dolandmay

PAULA TEIXEIRA - Tema = Autorretrato (MISTÉRIOS)



Paula Teixeira
MISTERIOS...



QUE SOU EU? DE ONDE VENHO? PARA ONDE VOU?

SOU O CANTO DO GALO ,TALVEZ OVELHA DE UM PASTOR.
ESTOU EM TODO E TODO ESTA EM MIM 
ÑAO SEI BEM QUEM EU SOU?!
SOU UM SEGUNDO DE NADA
SOU UM DESERTO CHEIO DE FLOR
ÑAO ME PINTES! ÑAO TENHO COR!
PÓ DE ESTRELAS , CHOQUE ENTRE COMETAS
FIM DE UM AMOR ..
NEM EU ME ENTENDO , NEM EU ME CONHEÇO,
É DIFICIL, SABER QUEM SOU? 
ÑAO TENTES, SOU UM MISTERIO
UM MISTERIO CHEIO DE AMOR ,
COM HISTORIAS DE DOR
OU QUEM SABE UM PEQUENO BEIJA-FLOR?



SALETE - Tema = Autorretrato ( PAPEL RASGADO)



Maria Salete Ariozi
Papel Rasgado



Profundamente interiorizada 
Olho nos olhos (meus)
Ficando perplexa 
Com aquilo que vejo.
Passo juntar partes de um
Papel rasgado...
Imaturos desenhos inacabados,
Mal desenhados,
Que a criança fazia em forma
De rabiscos, fantasias e tantos 
Sonhos dourados...
Vejo-os assim tão borrados !

São tantas facetas desenhadas 
Nestes
Papéis de seda ...
Sobre os pedaços foi despejado
Massa de concreto da evolução.
Deixando os sonhos abafados, 
Por mil razões inutilizados 
Nesta construção...

Não mais constitui folha branca
Aquela menina. 
Agora tingida em cores diversas
Necessárias !
Que a deixa sedenta de defesa
Em sua memória, adornando o
Passado como um todo...
Presente adquirido em equilíbrio 
Estampado hoje no semblante 
Da menina...


((Salete))-Julho-2012

SALETE - Foto = ENGANO



Maria Salete Ariozi
Engano



Belezas diferentes 
Enganosas 
Sobressaltam 
Aos olhos da ilusão.
Contraditórias ao coração
Amedrontado diante do 
Perigo com medo de ferir-se.
Faz-se forte a fragilidade em 
Seu jeito que encanta
Engana e amansa...
A força aparentada dominante 
Pelo seu porte, lado forte
Pronto para dar o bote... 
Enfeitiçado pelo encanto
Rende-se ...
Se dá por
Vencido !

((Salete))-Julho-2012

JOSE CARLOS - Tema = AUTORRETRATO



Jose Carlos Silva
Autorretrato




Como posso me descrever?
Não tenho muita coisa a dizer.
Sou um homem simples e honesto
Que procura unicamente o calor dos vossos braços!

Minhas qualidades são sombras
Dos meus defeitos em números
Portanto eu não penso ser o pior,
Mas simplesmente uma alma em desejos.

Como todos, eu acredito no valor das coisas,
Para cometer menos erros.
Ajudar a enfrentar os nossos medos,
Para preservar muitos corações.


Amo aqueles que utilizam a franqueza.
As mentiras é minha obsessão
Prefiro as verdades.
Isso é os alicerces da amizade.

Este é o meu autorretrato 
Espero não ter decepcionado
Eu nunca me gostei
Egocêntrico nunca serei

J.C.

ANIBAL - Tema = AUTORRETRATO



Aníbal Bastos
AUTORRETRATO




Pintar um auto-retrato,
É um trabalho ingrato
Que exige paciência!
Que para sair perfeito,
Primeiro deve ser feito,
Exame de consciência!

Dizer se a nossa pessoa,
É uma coisa má ou boa,
Não é a nós que compete!
Compete a quem nos rodeia,
Se é coisa linda, ou feia,
O que de nós se reflecte!

Pintar um retrato original,
Usando um tom imparcial,
Sem especiais efeitos!
Não é um caso vulgar,
Porque quem sabe pintar,
Sabe encobrir os defeitos!

Pintar um retrato sério,
Onde não haja mistério,
Deixando tudo à mostra!
Há quem chame um nu artístico,
Dispensando qualquer dístico,
Mas nem toda a gente gosta!

Para pintar o meu quadro,
Pego na régua e no esquadro
E, as mangas arregaço
Para sair com mais desvelo,
Faço do espelho modelo,
Só que o vidro ficou baço!

Sem ter modelo à vista,
A minha alma de artista,
Perde a força da ilusão!
Baseado neste facto,
Não pinto o meu retrato,
Por falta de inspiração!

A. Bastos (Júnior)

MÔ - Tema = Autorretrato (SOU?)



Mô Schnepfleitner
SOU??




Sou o que sou...
Me vêem
doce e meiga
amiga de todas as horas
simples, mas cheia de charme
e candura.
Me vejo
menos que isso
tranquila na aparência
por dentro um torvelinho
egoísta um pouco
as vezes em cima do muro...
Curiosa,mas preguiçosa
triste,porém ninguém vê..
Sou o que sou
e na soma de todos esses "achares"
componho 
uma simples mulher,
com desejo de viver
e voltar a ser feliz...

Mô Schnepfleitner

FATIMA PESSOA - Tema = Autorretrato (REVELAÇÃO)



Fatima Pessoa
Revelação




Posso ser como a noite...
Mas posso ser como o sol
Que brilha! 
Que ilumina!
Posso ser como a chuva...
Que molha!
Que respinga!
Posso ser como a lua...
Que clareia!
Com fases...
Mas posso ser eu mesma...
Serena, morena...
Sem medo
Sem traumas
Sem dramas
Inteira
Guerreira
Faceira!
Vivo um momento de cada vez
Sem pressa
Às vezes, carente...
Às vezes, indiferente!
Realista, mas sonhadora!
Consciente!
Gosto de chamego
De afeto!
De respeito!
Sou calma por natureza!
Quando necessário, explosiva!
Não me escondo
Me revelo!
Verdadeira!
Amiga!
Sem moldura!
(Fatima Pessoa)

JOÃO BEHR - Tema = AUTORRETRATO




João Adalberto Behr
O AUTORRETRATO




No retrato que me faço
– traço a traço –
Às vezes me pinto nuvem,
Às vezes me pinto árvore...

Às vezes me pinto coisas
De que nem há mais lembrança...
Ou coisas que não existem
Mas que um dia existirão...

E, desta lida, em que busco
– pouco a pouco –
Minha eterna semelhança,

No final, que restará?
Um desenho de criança...
Corrigido por um louco.

Mário Quintana

SIMONE RIBEIRO - Tema = AUTORRETRATO






Simone Ribeiro





Sou quem sou!
Nada mais ou menos....
Apenas pessoa que sorri...

Sou amante das praias
E dos enamorados....

Amo amar 
e meu combustível?
Chama-se amor!

Quero vida para viver!
Da morte?
Escapei por fio....
Procuro agora recuperar
tempo que perdi...
Amores que deixei passar
Transar por amar.
Ser feliz.
Por viver...
Hoje é meu dia!

Esta sou eu - maluca
Apaaaaixonada...
Sou sim
e pela vida
por viver 
tudo quero aproveitar...

Amo...
Vivo...
E proseio....
Minha vida é uma rima....
Meus dias são versos....

Vem versar comigo!
Vem....





ANGELA MENDES - Foto = APRISIONADA






Angela Mendes
Aprisionada...





Inquieto colibri, dança no ar,
nem imagina
o perigo que ronda ali...
Vem colher o néctar da flor,
para espalhar por aí.
Como essa ave indefesa
tornei-me tua presa.
Nunca mais voarei
pois teu golpe fatal, 
fez-me cair na armadilha
do teu abraço,
eterno laço...
Teu olhar me enfeitiçou
e sem oferecer resistência,
como o colibri,
sou apanhada por ti...


Ângela Mendes, 18/07/2012

ANGELA MENDES - Tema = Autorretrato (NUMA TELA)






Angela Mendes
NUMA TELA




Uma tela e um pincel,
as cores se mesclam,
aos poucos começam a surgir
imagens bem definidas,
pedaços de uma vida...
Já fui uma mera sombra
num passado distante
E começa a se delinear
um esboço de quem hoje sou.
Uma alma sedenta de amor,
às vezes um pouco triste,
de um ferido coração,
com lágrimas prontas a rolar
tocadas pela emoção.
Pareço fraca, mas superei tormentas,
enfrentei leões neste mundo selvagem
Por medo de viver, enterrei sonhos,
hoje tornaram-se miragem.
Escondo a dor debaixo de um sorriso,
sou uma romântica por natureza,
em tudo a beleza eu vejo
e num toque de magia
transformo-a em poesia.
Sou assim franca, espontânea, amiga...
Na minha maturidade, diz-me um poeta,
que tenho alma de menina!


(Ângela Mendes, 18/07/2012)

DAISI OLIVEIRA - Tema = Autorretrato (QUEM SOU EU?)




Daisi Oliveira de Souza
Quem sou eu?



Dengosa, rabugenta, inquieta,
Curiosa, valente e carente.
Ciumenta... Sou mulher!
Capaz de defender quem eu amo 
Com unhas e dentes, mas sou da paz.
Carola? Não! Sou espiritualista;
Foi uma grande conquista.
Pinto, bordo, escrevo, (sou do lar).
Sou um Pincel em autorrelevo, às vezes carregado,
Noutras suavemente molhado ...
É assim, tudo depende de quem me conduz.

Tez morena
(preconceito?) às vezes um problema.
Não faço disso um dilema, sou mais Eu.
A maternidade foi meu premio (belo menino)
Que a vida me concebeu.
Amores? Muitos... Sou capaz de amar,
Infinitamente (se acaso durar...).
É, sou assim, não gosto de rotina, mesmice,
O dia tem que ter surpresas, afinal É um Novo dia!
Não pode ser igual a ontem e nem ao amanhã,
Renasço em cada amanhecer, eis meu problema.
E assim continuo, vivendo um dia de cada vez;
Surpreendendo-me com detalhes que a vida trás.
É bom demais! Viver! Em paz!

Daisi Oliveira de Souza

FÁTIMA PESSOA - Foto = LIBERDADE





Fatima Pessoa
Liberdade


Embalado pelo vento
Com as cores do arco íris
Bailando no ar
Pequenino e cheio de graça
Parece não ter medo
Da ameaça
E encara
Com graça
Com segurança
E rapidamente voa
Sem tocar o chão
Encantando a natureza
Ágil
Frágil
O lindo beija flor
Voa
Livre!
(Fatima Pessoa)

Você faz parte daqui