PROSAS EM VERSOS

SER POETA, É SENTIR AFLORAR DA PELE SENSIBILIDADE, É OUVIR O GRITO DOS QUE NADA DISSERAM, É VER POR UMA GAMA DE CORES INVISÍVEIS À MACROSCÓPICA VISÃO DOS INSENSÍVEIS, É PENETRAR IMPIEDOSAMENTE À ALMA HUMANA.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Amor nas veias




Lúcinha Santos



Amor pela minha terra
amor pela minha raiz
Sul do céu azul
terra de povo que
luta e que não baixa a cabeça
por do sol que arrepia
no Guaiba
bombachas e prendas
na roda de chimarrão
terra do Grenal
de dois times de respeito
Povo hospitaleiro
barbaridade
Vem te aproxega vivente
Vem pro sul, vem com a gente
Pra essa terra
Esta terra abençoada
que eu amo de paixão
Meu Rio Grande do Sul 
.....................Lúcinha

AMOR - PROSAS DO TEMA




Clarice Maria Relozi




Ahh!! O amor....sentimento sublime que nasce em nosso coração....
Pode ele ser sereno ou rebelde, verdade ou ilusão !!
O amor não há hora... e nem momento marcado para acontecer.
Ele vem de repente e se instala...
No mais sensível dos nossos órgãos... o coração !!
O amor tem o cheiro da brisa da manhã
Cheiro de café ....cheiro de flor ....cheiro de maçã
O amor nos faz desejar coisas que se tornam quase impossíveis
Mas que são tão simples de viver....como ver o pôr-do-sol...
Ou de caminhar por uma estrada com lindas árvores...
Ver a noite chegar...
Ir ao cinema e comer pipocas... rir e brincar...
Às vezes nos faz sonhar e até sofrer
Mas só quem experimenta é capaz de saber....
Que o amor é o mais lindo e nobre de todos os sentimentos!
Ahh!! O amor razão do nosso viver !!


Clarice Maria Relozi

AMOR - PROSAS DO TEMA



Daisi Oliveira de Souza





O sol brilha em meu coração,
sinto em seu pulsar
o desabrochar de uma flor,
espalhando sua fragrância e emoção.

Possuo um baú de tesouros vividos,
sem nunca serem esquecidos,
desfruto de toda riqueza de meu interior
sem luta, nem dor.

Desarmada, rendo-me ao amor,
menino arteiro,sem sossego,
vai e vem 
com a viveza das ondas do mar.

Brindo com alegria 
a quem amor tiver para dar,
sem medos, nem cordas,
num sentimento de calma e bem-estar.

Quando o inverno chegar,
estarei em outro lugar,
e as ondas do mar? não vão chegar.
Terei muito a relembrar,
pois minha sina foi amar.

(Daisi Oliveira de Souza)
12.02.2012


AMOR - PROSAS DO TEMA




Ereni Wink




Abri a janela e contemplei o jardim
Onde em tardes de verão eu sentava 
A sonhar com o amor,amor q me completasse
Amor q me fizesse flutuar...

Esperei..esperei e sonhei
Ah...quantas fantasias em nome desse amor eu inventei
Tudo em volta era belo....mas onde estava meu amor?
AS primaveras passavam,as flores murchavam
E eu esperava ....o amor.

Ele por fim chegou....não como eu havia sonhado
Não foi num cavalo branco q meu príncipe chegou
............mas me completou,é um amor sem igual, especial
O meu amor é real ......mas também ja foi virtual.

Ereni wink

Amor Bastante




Magna Azevedo





Quando eu vi você
tive uma ideia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante

basta um instante
e você tem amor bastante,

Paulo Leminski 

AMOR - PROSAS DO TEMA



Magna Azevedo

O Amor e o Outro 




Não amo
melhor
nem pior
do que ninguém.

Do meu jeito amo.
Ora esquisito, ora fogoso,
às vezes aflito
ou ensandecido de gozo.
Já amei
até com nojo.

Coisas fabulosas
acontecem-me no leito. Nem sempre
de mim dependem, confesso.
O corpo do outro
é que é sempre surpreendente.

(poema de Affonso Romano de Sant’Anna )
(O lado esquerdo do meu peito: livro de aprendizagens. Rio de Janeiro: Rocco, 1992. p. 104)

AMOR - PROSAS DO TEMA


Lúcinha Santos

AMOR






O amor está dentro de mim
onde sempre esteve e onde sempre estará
sentimento único que faz com que tenha vida
tenha animo
Alicerce do meu corpo
que reveste minhas veias
que exala da minha pele
num devaneio constante
falar de amor pra mim
é como beber agua
sai simples, sai puro
por que sou toda amor
Ele sangra, ele dói, ele machuca
mas também faz viver
faz pulsar, faz ter significado
Sem amor não tem vida
somente se respira
Quanto mais amor se sente
mais poeta presente
E quando o poeta sofre por amor
mais encanta e absorve sua dor
e quem lê fica contente
e vai com o poeta na sua estrofe
e parece que sente
tudo aquilo que está escrito
Muito prazer, eu sou amor
escrito, lido e realizado
Fico aqui sempre do seu lado
é só abrir seu coração
estou em todos os lugares
basta sentir com a emoção.

Lúcinha Santos

AMOR - PROSAS DO TEMA


Aníbal Bastos

VERBO AMOR





O sentimento de amor,
É a mais bela flor,
Nascida na natureza!
De beleza deslumbrante,
De perfume inebriante,
Mas de constante incerteza!

Pode trazer paz e calma,
Ou incendiar a alma,
Com o fogo da paixão!
Pode ser mar de carinhos,
Ou uma coroa de espinhos,
Em volta do coração!

Quando cego pela ilusão,
Não ouve a voz da razão
E contra o vento veleja!
Faz-se atrevido e audaz
E de tudo é capaz,
Para alcançar o que deseja!

Se o ciúme o tortura,
Entra em laivos de loucura
Chegando a ser violento!
O encanto do sonho belo,
Transforma-se em pesadelo
E faz da vida um tormento!

Há várias opiniões,
Sobre amores e paixões,
Mas nenhuma é de rigor!
Pois não há livro que ensine,
Nem saber que determine,
A forma do verbo amor!

A. Bastos (Júnior)

AMOR - PROSAS DO TEMA


Angela Mendes

AH!...ESSE AMOR!




Ah! ...esse sentimento 
que te leva ao céu e faz levitar
entre nuvens de sonhos!
Ameniza o caminho e
refresca a alma,
inebria como um vinho.
Preenche cada célula do corpo,
Invade o coração e

nele busca guarida,
adoçando a vida.
Transforma tudo em alegria,
porém te anestesia,
não te deixa ver a realidade e
ao mesmo tempo,
te mostra a felicidade.
Mas noutro instante
te deixa sem ar
sem chão onde pisar.
Depois se faz canção
e no peito se aninha
entorpece os membros
como se droga fosse, 
vicia o coração ...
e a alma, aos poucos, definha.
Quem não o conhece 
quer o encontrar,
e o busca sem parar...
Cada brisa que sopra
traz uma nova esperança
uma nova luz
um novo viver!
Ele é ao mesmo tempo
luz e escuridão
começo e fim
agonia e êxtase
sua morada - um coração!

Ângela Mendes

Tenho Tanto Sentimento



Maria Salete Ariozi



Tenho tanto sentimento
Que é freqüente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

Fernando Pessoa

Ter você...



Angela Mendes




É atingir o inatingível,
decifrar o indecifrável,
transpor o intransponível,
explicar o inexplicável,
compreender o incompreensível,
violar o inviolável,
profanar o mais sagrado.
E viver a plenitude do inusitado...

Pra ter você...

Quebrei todos os preceitos,
livrei-me de preconceitos,
rompi barreiras,
transcendi fronteiras,
desagravei as leis,
desacatei princípios,
desmoralizei os fatos,
repudiei valores.
Morri de amores...

Sem ter você...

É ver o amanhecer sombrio
trazendo a luz de um sol sem brilho...
É ver a noite sem o prata da lua
e o breu soturno de estrelas apagadas;
fantasias pelos cantos, desperdiçadas,
entre sonhos vazios, solitários, vagos.

É viver com a sensação de ter morrido;
é morrer como se não houvesse nascido.

_Carmen Lúcia_

AMOR - PROSAS DO TEMA


Angela Mendes

Vem poetar de Amor comigo



Vem poetar de Amor comigo
Vem instalar-te em mim esta noite
Meu coração se abre mesmo no frio
E me aquece no silencio em que te sinto

Vem deslizar tuas mãos em meu corpo
Ocupa com o teu corpo este abrigo que te chama
Vem incendiar esse amor adormecido
Fazendo poesia de amor comigo

( Susana Marina)

AMOR - PROSAS DO TEMA



Maria Salete Ariozi




Amar não é se envolver com a pessoa perfeita,
aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, 
exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme
no melhor que podemos ser.
Amor é comunhão de pensamentos, jeitos e trejeitos.
É a soma das diferenças, onde a cada dia aprendemos
um com o outro, 
É a permanente euforia, do sorrir, cantar, sonhar...
é a felicidade de sentir o outro feliz,
A busca real de um pedacinho do céu com a participação
do outro em nossos dias.
Amar é assim...sem número, grau, diferenças ou gênero ! 
Maria Salete Ariozi

AMOR - PROSAS DO TEMA



Maria Salete Ariozi

MAL DE AMOR



Toda pena de amor, por mais que doa,
no próprio amor encontra recompensa.
As lágrimas que causa a indiferença,
seca-as depressa uma palavra boa.

A mão que fere, o ferro que agrilhoa,
obstáculos não são que amor não vença.
Amor transforma em luz a treva densa.
Por um sorriso amor tudo perdoa.

Ai de quem muito amar não sendo amado,
e depois de sofrer tanta amargura,
pela mão que o feriu não for curado.

Noutra parte há de em vão buscar ventura.
Fica-lhe o coração despedaçado,
que o mal de amor só nesse amor tem cura.

( Anna Amélia Queiroz Carneiro de Mendonça )

AMOR - PROSAS DO TEMA



Patricia Neme

SONETO EM DOR MAIOR



O amor que eu me desejo, tem cheiro de alvorada,

tem cor de lua cheia, nas brisas de jasmim...
Amor que me incendeia nos sons da madrugada
e tece com estrelas, os sonhos que há em mim.



O amor que eu tanto espero, tem boca apaixonada,
seu coração galopa por meu começo e fim;
me entrega seus silêncios, su’alma desnudada...
É beija-flor imerso, na flor do meu jardim!



O amor dos meus cantares, de rimas passionais,
é puro qual o orvalho, tão vasto quanto o mar,
não anda por atalhos, seu rumo é só me amar.



Que venha em voo breve, dos céus dos imortais,
e, então a vida eu sinta, com todo o seu ardor...
E olvide a Dor Maior, que eu pensei, fosse o AMOR!

- Patricia Neme -

O AMOR - PROSAS DO TEMA




Fernando Martinho

O Amor, Meu Amor





Nosso amor é impuro

como impura é a luz e a água
e tudo quanto nasce
e vive além do tempo.



Minhas pernas são água,
as tuas são luz
e dão a volta ao universo
quando se enlaçam
até se tornarem deserto e escuro.
E eu sofro de te abraçar
depois de te abraçar para não sofrer.



E toco-te
para deixares de ter corpo
e o meu corpo nasce
quando se extingue no teu.



E respiro em ti
para me sufocar
e espreito em tua claridade
para me cegar,
meu Sol vertido em Lua,
minha noite alvorecida.



Tu me bebes
e eu me converto na tua sede.
Meus lábios mordem,
meus dentes beijam,
minha pele te veste
e ficas ainda mais despida.



Pudesse eu ser tu
E em tua saudade ser a minha própria espera.



Mas eu deito-me em teu leito
Quando apenas queria dormir em ti.



E sonho-te
Quando ansiava ser um sonho teu.



E levito, voo de semente,
para em mim mesmo te plantar
menos que flor: simples perfume,
lembrança de pétala sem chão onde tombar.



Teus olhos inundando os meus
e a minha vida, já sem leito,
vai galgando margens
até tudo ser mar.
Esse mar que só há depois do mar.


Mia Couto, in "idades cidades divindades"



Gato num Apartamento Vazio


Joaquim Rodrigues

Em homenagem à poetisa polaca Wislawa Szymborska que morreu no passado dia 2 de fevereiro 2012...poetisa que foi Nobel da Literatura em 1996. O Comité do Nobel considerou-a o Mozart da poesia...




Morrer não é coisa que se faça a um gato…
Que há-de um gato fazer…
Num apartamento vazio?... 
Subir às paredes?
Roçar-se nos móveis?..
Aparentemente não mudou nada…
E no entanto está tudo mudado…
Continua tudo no seu lugar…
E no entanto está tudo fora do sitio…
E à noite a lâmpada já não está acesa…
Ouvem-se passos nas escadas…
Mas não são os mesmos…
A mão que põe o peixe no prato…
Também já não é a que o punha…
Há aqui qualquer coisa que já não começa…
À hora do costume…
Qualquer coisa que não se passa…
Como deveria passar-se…
Havia aqui alguém que há muito estava e estava…
E que de repente desapareceu…
E agora insistentemente não está…
Procurou-se em todos os armários…
Revistaram-se as estantes…
Espreitou-se para debaixo do tapete…
Violou-se até a proibição…
De desarrumar os papeis…
Que mais se pode fazer?
Dormir e esperar…
Quando regressar, ele vai ver…
Ele vai ver quando chegar…
Vai ficar a saber…
Que isto não é coisa que se faça a um gato…
Caminhar-se-á em direcção a ele…
Como contrariado…
Devagarinho…
Com patas amuadas…
E nada de saltos ou mios. Pelo menos no principio

Wislawa Szymborska...

Imã





Zina de Miranda

A doçura funciona como um ímã que atrai as pessoas. Ela extingue a raiva e muda o comportamento dos outros. Mas, ter doçura não significa tentar agradar com finalidade egoísta, ao contrário, ela indica uma intenção de ajudar as pessoas a permanecerem felizes e em paz. A doçura natural não é enjoativa, mas verdadeira; e ela surge quando nos tornamos completos. Bom humor e gentileza estão imersos nela, e a leveza é sua companheira constante

Ações multimidiáticas


Marcelo Pardini



Com a atual avalanche de informações...
As pessoas visam a selecionar as fontes confiáveis.

Neste mundo de constantes descobertas...
Espertos são os que assimilam as nuances dos acontecimentos.

Nem tudo o que é novidade tem valor...
Pois a contextualização se dá nos fatos passados.

Hoje, busca-se o lucro, a todo custo.
Boas ideias são importantes, embora a ação seja mais eficiente.

Prospectar, afetar o comportamento do cliente...
Gerar sinergia através dos relacionamentos.

A sua marca tem que ter saliência.
É preciso estar na cabeça do público-alvo.

Afinal, o Marketing é igual ao trabalho do cronômetro...
Quanto mais em cima da pinta, melhor.


Os Ombros Suportam o Mundo


Angela Mendes





Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.
Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.
Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios provam apenas que a vida prossegue e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo, prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.

Carlos Drumond de Andrade


Tenho tanto



Ereni Wink






Tenho tanto sentimento
Que é freqüente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.


Sobre mim




Ereni Wink




Amor que é amor,
Não envelhece, cresce...
Encontra novos paradigmas,
Volta no tempo e revive,
Aquela palavra, aquele gesto,
E copia, modifica, enaltece,
Se esconde, se apresenta,
Aguenta...
Procura o mais, dentro do pouco,
Para simplesmente ficar melhor.
Há rugas no rosto, 
Manchas nas mãos,
Mas o amor antigo, amigo, 
Real, verdadeiro,
Nada errado vê, _só beleza!
Foi um amor a par,
Um amor--amar,
Nada fará acabar...
Nem a morte poderá tomar


Um pouco de mim




Lúcinha Santos



Não me peçam pra ser água
Por que sou fogo !
E queimo instantaneamente
Não peçam minha opinião
se não quiserem palavras diretas
e a verdade sem meias palavras
por que sou fogo !
Não seja água morna perto de mim
Por que falta de opinião e em cima do muro
me deprimem
Sou direta.. e não vou concordar só
pra agradar
Se estou errada.. me convença
Mas se eu te convencer
te levo comigo e fazemos uma revolução.
Não sou pela metade
Sou inteira em tudo
Amiga inteira
Mãe inteira
Amor inteiro
Paixão inteira
O que me importa é as pessoas e o que tem por dentro
Então não vai me impressionar com uma boa roupa
Irá me impressionar com suas palavras
Não gostou ?
problema seu... só fique longe de mim
Por que por perto só pessoas que me trazem energia positiva
E essas com certeza, tenho muitas...
quero tudo.. quero agora !
Overdose de vida já !
Porque a vida é hoje
Renasço das cinzas todo dia, para uma nova batalha.
Que só me contento em ser vencedora.


Essa Coisa De Amor




Ereni Wink




Esse tal de amor é estranho,
Por que não dizer complicado.
Vem e entra,não pede licença
Não avisa,não manda recado.

Deixa agente assim meio bobo
Sem norteio,que situação!
Vendo estrelas em todas as coisas,
Vendo flores acima do chão.

Trás a tona pequenos detalhes,
Uma letra de uma canção,
Um sorvete no banco da praça.
Um bilhete escrito a mão.

Esse tal de amor é complexo,
É singelo,paradoxal.
Tras a vida de volta pras veias.
Realismo excepcional.

Utopia de um ceticista?
Quem não sente,nem pode vivê-lo.
O amor é colírio as vistas.
Toda força não pode movê-lo.

E ele fica marcado no tempo.
Dos amantes,se diz o senhor.
É assim que o amor se define.
É estranha essa coisa de amor.

(Autor,Nilton,poeta da luz)

Outro




Ereni Wink




Do Tempo e do Ser
(Para Henrique Sousa e Ashera)




Está-se aproximando o Tempo do regresso
é preciso retornar aos caminhos
juntar cacos do Ser espalhados por aí.

É preciso juntar os pedaços dos olhares
deixados nos Tempos de miseráveis dores
e transformá-los em Ser: buquê de flores.

É preciso alinhar os pensamentos
abandonados pelos caminhos dos lamentos
resgatar o espírito do Ser sem tormentos

É preciso sentir o pulsar do coração
ouví-lo em silêncio como quem faz oração
ao Ser que corre nas veias de toda geração.

É preciso dar-se as mãos sem pejo de amá-las
juntar os afagos deixados ao Tempo nas velhas estradas
perdidos pelos caminhos dum Ser de mágoas.

É preciso reinventar os passos das caminhadas
fazer deles o Tempo de um novo Ser
pisar com os pés de rosas os espinhos do alvorecer.

Enfim...

Está-se aproximando o Tempo do regresso
é urgente tirar de suas entranhas velhas companhias
deixar florescer em sua plenitude toda virtude do Ser.

© De João Batista do Lago

Nos Faz Pensar




Clarice Maria Relozi




Ah! às vezes eu paro e fico a pensar!!!

A solidão seria mesmo um sentimento que nos causa dor?

Não seria ela o momento em que nós descobrimos realmente

quem somos ou quem fomos até nesse exato momento?

Não seria ela a causadora das lembranças adquiridas por nós

ao longo dos nossos anos?

Aquelas lembranças ....da nossa infância, tempo que a

inocência era o sentimento maior em nós?

Lembrança do primeiro dia em que fomos a escola?

Lembrança do primeiro namorado....do primeiro beijo?

Seria a solidão tão ruim assim como muitos falam?

entre todos os sentimentos que nós foi criado!!!

A solidão seja talvez apenas um momento em que paramos e ficamos

somente com nós mesmo....

E assim nesse momento chamada solidão é que descobrimos o

verdadeiro amigo....aquele q percebe que você está sozinho e diz.....

......mesmo calado que está do seu lado!!!

A solidão poderia também nos mostrar o valor de um abraço, um carinho....

seja ele de filha, irmã, de amigo, de homem e mulher, pais....

mais que nesse momento descobrimos o maior de todos sentimentos o AMOR

Enfim a solidão talvez seja apenas mais um sentimento que faz parte do nosso dia a dia...

Porque mesmo estando no meio de muitas pessoas podemos nós sentir Só....

......se não levarmos sempre em nossos corações a felicidade de estarmos vivos!

Por que só a solidão leva junto todos os nossos sentimentos

Assim nesse momento meu de solidão....foi que percebi que você solidão.....

.......poderia se chamar Eu!

Você faz parte daqui