PROSAS EM VERSOS

SER POETA, É SENTIR AFLORAR DA PELE SENSIBILIDADE, É OUVIR O GRITO DOS QUE NADA DISSERAM, É VER POR UMA GAMA DE CORES INVISÍVEIS À MACROSCÓPICA VISÃO DOS INSENSÍVEIS, É PENETRAR IMPIEDOSAMENTE À ALMA HUMANA.

sábado, 16 de junho de 2012

SIMONE - P. DA FOTO (Limites)


Simone Ribeiro
Limites...




Cheguei ao meu limite!
Após tantas tentativas, 
ao te deixar aqui, plantado
no saguão deste aeroporto
te deixo também 
todas as minhas máscaras!

Para cada momento...
Para cada evento...
ou mesmo uma simples festa....
Havia esta necessidade...
Trocar minhas máscaras....
Mas cansei!

Agora, sentada neste assento...
Voltando para mim...
Sendo apenas eu...
Me sinto leve, solta....
Desprendida de pré conceitos e regras sociais.
Sendo apenas eu, 
serei a única pessoa a quem devo fazer feliz...

Meu avião alçou voo...
Me leva ao infinito deste céu maravilhoso!
Meu destino?
A verdadeira sensação de ser livre...
Liberdade!

Ao alçar voo...
me divido em duas...
Deixo-lhe a falsa pessoa que era
e sigo com a verdadeira....
Ou seja...
Dois aviões alçam voo....
Mas apenas um chegará até seu destino...
Encontro da felicidade de viver....
Ser apenas eu....
Ser tão somente...Feliz!

BASILINA - P; do Tema = MASCARAS ( RESPOSTA)



Basilina Divina Pereira
RESPOSTA





Perguntaram pela alma de criança
“que foi vista pela última vez
há muitos anos,
dentro de cada um de nós.”
Eu lhe digo que a minha está aqui
...ainda.
às vezes travestida de adulto,
pra sobreviver dentro de regras tão estranhas
que massacram até um grito no meio da noite.
Quem dera pudesse ser diferente
e o mundo que nos acolhe girasse a favor do vento,
sem máscaras, só sentimentos.
Já pisei muitos espinhos por falta de aviso
que sinalizasse o escuro, as ervas, os matagais...
e a minha alma destravada sentiu-se
estrangeira em seu lugar.

Basilina Pereira

BASILINA - P. do Tema = MÁSCARAS (VAZIO)




Basilina Divina Pereira
VAZIO




Não é fácil falar de coisas mortas
que ainda vivem dentro de nós:
como querer o amor que não se teve.
- O vazio da máscara está sempre pronto a absolver,
mas não te vejo mais!
- O que faço do perdão que vaga solto,
que chegou tarde?
devolvo-o ao escuro da selva
ou cubro-me com o seu manto?
- Desenha um sorriso, mãe!
para que eu possa me lembrar na hora dura,
quando o galo cantar sem alegria
e os morcegos cruzarem o deserto do meu sono.

Basilina Pereira

MÔ - P. da FOTO = VOAR


Mô Schnepfleitner





Asas da liberdade
sonho do escape
de nós mesmos..
Vem me buscar
Quero voar..

MÔ S.


SALETE - P. do Tema = MÁSCARAS (haikai)


Maria Salete Ariozi

Haicai



Falso sorriso
Tristeza encoberta
Sem nenhum brilho

((SALETE))

ANIBAL - P. do Tema = MÁSCARAS




Aníbal Bastos
MÁSCARA


O carnaval são três dias,
De festas e de folias,
Onde a gente se mascara!
Mas parece estar em moda,
Porque durante a vida toda.
Há quem use máscara na cara!

As máscaras dos foliões,
Fazendo imitações,
De gente dita distinta!
Não tem sinais de beleza,
Pois são filhos com certeza,
Da pintora que os pinta!

Máscaras de ocasião,
Para fazer sensação,
Ou para vender um produto!
Tem valor por um momento,
Mas descoberto o fingimento,
Não dá flor e nem dá fruto!

Máscara acima, máscara abaixo,
Para se alcançar um tacho,
Não falta gente que a ponha!
Quem perde a dignidade,
É sabido e é verdade
Que também perde a vergonha!

Os povos de certas terras,
Quando entravam em guerras,
Traziam a cara pintada!
E até a polícia-de-choque,
Para ter maior enfoque…
Só intervém mascarada!

Se alguém altera o rosto,
Por beleza, ou por gosto,
De realçar a presença!
Seja por bem, ou por mal,
Estraga o original
Que lhe deram à nascença!

A. Bastos (Júnior)

DAISI - P. do Tema = MÁSCARAS FEMININAS


Daisi Oliveira de Souza
Máscaras femininas




Há um mistério no ar,
Poucos podem notar,
A ausência de um olhar
Mais atento,
Faz o mundo se enganar.

Um ser feminino, diante do seu destino,
Em muitas tem que se transformar,
Sabendo que muitas vezes
Seu coração (com certeza) irá magoar.

Em cada interior de uma mulher
Existem personagens (o que quiser)
Para enfrentar o grande baile da vida
E bailar,
Muitas vezes, retirando seu bem estar.

Máscaras!!?? Alguns a falar.
Ora! Desde outrora as obriga a usar.
Na intimidade com seu amado,
Despe-se de todo pudor (revirado)
E na sociedade sempre demonstrado.

Como um ator disfarça sua dor
Que no íntimo um clamor
Faz-se ressoar,
Para seus pequenos poupar.

Pobres mulheres
Que até mesmo perdem o apetite
Para seus filhos sustentar,
Com um meio sorriso expressado
Os olhos curiosos podem enganar.

O que foge do olhar alheio,
É que dentro de cada mulher,
Assim como num guerreiro.
Vive uma personagem
Disposto a se mutilar por inteiro.

Sexo frágil? Pode ser...
Porque naquele corpo
Ainda vive uma mulher,
Com seus desejos, anseios.
E intensos devaneios.

Daisi Oliveira de Souza

SALETE - P. da Foto = VOO DA FELICIDADE


Maria Salete Ariozi
Voo da Felicidade..




...Boa Tarde senhores
Passageiros...
Aqui quem vos fala 
É o Comandante...
Do Voo da Felicidade !

Desejo a todos uma 
Feliz Viagem...
Cada um ao encontro
De sua Saudade !

Apertem os cintos 
Expulsem toda 
Tristeza !

Comissária por gentileza,
Sirva aos passageiros.
Nosso melhor
sorriso !

Tenhamos todos
Uma viagem 
De sonhos !

((Salete))- Jun – 2012

CLAUDIO - P. do Tema = MASCARAS (Igual a Mim)




Claudio Caldas Faria
IGUAL A MIM





Quem é você que se esconde
Por detrás desta máscara burlesca
Rara e de grande beleza
Alegre e triste ao mesmo tempo?

Traz você por acaso nesta máscara
Algum sentimento profundo
que não seja o riso do mundo
ou a lágrima de uma razão?

Isso... Role sobre a serragem
E faça esse povo sorrir,
Pois você é palhaço,
Palhaço sim, igual a mim..

Claudio Caldas Faria
in "ECOS & REFLEXOS" - contracapa

Mô - P, DA FOTO = VIAGEM


Mô Schnepfleitner
VIAGEM



Minha mala
está pronta
Não levo
muitas coisas
Quero ir leve
Para que 
tanto peso..?
As coisas vem 
as coisas vão
Levo no meu coração
todas as viagens 
que já fiz
contigo, sozinha.
Estamos sempre juntos,
a voar
pelo mundo.

Mô Schnepfleitner

CARLOS MENINO - P. da FOTO = HOJE EU VOU SAIR NU


Carlos Menino Beija-flor
HOJE EU VOU SAIR NU



Hoje quero sair despido...
de preconceitos e outros defeitos.
De medos, de segredos
De culpas e desculpas.
De egoísmo.
Quero sair despido...
De armas, de carmas, de revanchismo.
Quero andar pela rua de alma nua.
Sentir na pele o vento anunciando um novo tempo...
tempo de se despir...
de maldades, das más vontades.
de amargas saudades.
Hoje quero sair despido
de tesouros, de maus agouros
sorrir pra toda gente
de modo espalhafatoso
dar à vida novo sentido e nova razão
quero tudo diferente
se o mundo for teimoso
vou andar na contramão.
O amor é minha luz
Meu desejo é olhar para trás
e ver todos nus
para fazerem jus
e assim vestirem a vestimenta da paz.


ANGELA - P. DA FOTO = ASAS





Angela Mendes
ASAS




Quero ter as asas de um sonho
e voar até onde me seja permitido.
Entre o azul do céu e o verde do mar
de braços abertos
te encontrar no infinito.
Ao final dessa viagem imaginária
quero adormecer numa
branca nuvem 
de algodão
no calor do teu coração.

(Ângela Mendes, 16/06/2012).

MARIA CRISTINA - P. do Tema = MÁSCARAS (Nossas Máscaras)



Maria Cristina
Nossas máscaras





Quem disser que não usa máscaras
Que atire, agora, a primeira pedra...
Apesar, que, ser chamado de duas caras,
Não é algo que a gente espera...

Mas, quem um dia não se pegou sorrindo,
Mesmo chorando por dentro?
E quando sentimos o chão se abrindo
E ficamos firmes, dizendo “Eu aguento”?

Também encontramos pelo caminho pessoas falsas,
Que nos enganam se fazendo de “boa gente”,
Só a convivência mostrará quem elas são realmente.

O importante é escolher a máscara certa,
Aquela que usamos para não magoar alguém,
A que nos deixa fortes e com a mente aberta.

Chris Amag

PAULA TEIXEIRA - P. do Tema = MÁSCARAS


Paula Teixeira





Baile de carnaval
Loucura geral
me oculto baixo uma máscara
ja sabes? ! a noite nos da coragem...
começa o baile!
plumas voando no escuro salao
maos, muitas maos...
A mascara caiu
A face se destapou
A magia terminou ...
As plumas sairam voando
E a tristeza voltando...


PAULA TEIXEIRA - P. da FOTO = AEROPORTO


Paula Teixeira
AEROPORTO.




Sonhos que chegam, sonhos que se vão
Sonhos cheios de ilusão.

O voo despega 
Por algum porto me leva...
O céu não é o limite 

Desembarco em um aeroporto qualquer 
Rostos diferentes no ar...
Estranhos á amar.

Um novo velho lugar 
Partida e chegada
Entrada e saída
Nos aeroportos da vida...

Paula Teixeira.

SALETE - P. do Tema = MÁSCARAS (DISPA-SE)


Maria Salete Ariozi
DISPA-SE



Busque-se no frescor do corpo,
Busque-se na pureza de alma,
Seu verdadeiro valor
Descubra-se!

Busque-se no mais puro do seu
Ser... 
Olhe-se profundamente,
Encontre-se! 

Livre-se de toda tirania,
De toda hipocrisia,
Fantasia
Que Mascara...

Dispa-se das Máscaras!

Deixe somente que 
Fale 
O que verdadeiro 
Se é... 

Mostre-se com beleza
Colorida que 
Contagia!

Apresente-se
Com transparência
Nesta sua
Alegria!

((SALETE)) - Jun- 2012

ERENI - P. DO Tema = MÁSCARAS (DESILUSÃO)



Ereni Wink
DESILUSÃO




Desilusão é o que meu coração sente
Quando depois de tanto tempo
Te conheci finalmente
Teu olhar outrora doce
Ainda que jamais o fosse
Mas era assim que eu o via
E agora...
Quando olho nos teus olhos
Vejo uma nuvem negra
Pairando sobre teu ser
E a dor do desengano
Cala fundo no meu peito
Você sempre me enganou
Mas enfim se revelou
Deixando vir á tona
Teus atos incoerentes
E eu julgava...
Antes serem inocentes
Vivi anos iludidos
Você era meu amor 
Minha vida
Mas ...tua mascara caiu
E agora..
Ainda que você implore.
Só posso te dizer ...Adeus. 

Florianópolis 15/06/2012 Ereni Wink

CARLOS MENINO - P. da FOTO = LIBERDADE ÍCARO MODERNO


Carlos Menino Beija-flor
LIBERDADE - Ícaro Moderno



Ria da minha utopia.
Diga que essa coisa de fantasia não é coisa normal,
que chega ser até banal.
Mas prisões são tão antigas.
Às vezes de concreto,
às vezes da imaginação.
O escuro, o segredo
a timidez, o medo.
Tudo isso é prisão.
Já dizia um doutor que os loucos não sonham,
mas, se não sonho fico louco.
Então eu sonho,canto
grito, fico rouco.
Melhor a pureza do sonho
que a dureza da realidade.
È que a felicidade é uma faca de corta de dois lados.
Ícaro meu amigo,
não sabia do perigo dos sonhos alados
e que o sol que aquece e ilumina
também derrete as asas e nos faz ficar calados.
Mas, quem é louco não se cala
nem deixa de sonhar.
Então me deixe compor,cantar
fazer versos ao universo,
pois, é esse o meu jeito de voar.


JOSÉ CARLOS - P. da FOTO = VIAGEM


Jose Carlos Ribeiro
Viagem




Esta noite mais uma vez você se vai
Voando sobre o oceano
Em silêncio eu penso em você
Sem te deixar um só instante

Como eu sonhei desta viagem
A dois, perdidos nas nuvens
A onde perto de você eu ficaria
A onde tao perto de mim você seria

Como eu sonho dessa viagem
Nos meus pensamentos,como uma miragem
Meus olhos perdidos em seu sorriso
Sonhando com um desejo distante

Como eu gostaria de estar com você
Nessa viagem por cima das nuvens
Para te poder pegar em meus braços
Para te dizer as mais lindas palavras de amor...

J.C.


CARLOS MENINO - P. do Tema = MÁSCARAS (MAQUIAGEM)


Carlos Menino Beija-flor
MAQUIAGEM



Foi assim na grande arena que ocorreu a triste cena.
Quando o palhaço adentrou o palco chorando,
de pé toda a platéia sentiu pena.
E vendo tão amarga imagem
de uma lágrima sobre a inocente maquiagem,
todo mundo se pôs a perguntar:
- Quem foi que fez o palhaço chorar?
Quem foi tão cruel, derramando fel naquele sorriso
que mais parecia um paraíso de bonito que era?
Quem transformou em inverno aquela vida de primavera?
A platéia, também triste, não parava de questionar:
- Quem foi que fez o palhaço chorar?
Hoje não tem piadas, nem piruetas
nem cambalhotas, nem caretas.
E a platéia insistia em indagar:
-Quem foi que fez o palhaço chorar?
E eis que alguém se levantou e gritou:
- Acredite quem quiser... dizem que foi um adeus de mulher.
É que o palhaço brincava tanto que imaginava tudo em flor
E não sabia do encanto, nem do desencanto do amor.
Dizem que até hoje anda por aí,
tentando fingir, pintando o rosto, desenhando uma imagem
mas, nem mesmo a maquiagem pode esconder tal desgosto.
E a platéia insiste em indagar:
- Quem foi que fez o palhaço chorar?
Acredite quem quiser...dizem que foi mentira de mulher.


ERENI - P. DA FOTO = LIBERDADE



Ereni Wink
liberdade




Sentimentos confusos
Preenchem meus dias...
No medo da noite... Sozinha
Sento-me perdida...
Nesse vazio que afoga
Meu desejo é viver
Como uma arvore frondosa... Proteger
Quero silenciar meu pranto
Acalmar a minha dor 
Levanto meus olhos aos céus
E me ponho a pensar
Então como uma águia
Deixo meu pensamento voar.

Florianopolis 16/06/2012 Ereni Wink

ERENI - P. do Tema = MÁSCARAS (BAILE DE MÁSCARAS)



Ereni Wink
BAILE DE MASCÁRAS




Num baile de fantasias
Noite de plena magia
Que eu conheci o amor
Dançamos entrelaçados 
Corações acelerado
Ao som de uma melodia
Aconcheguei-me em teus braços
Sentindo teu forte abraço
Flutuei...
Foi amor à primeira vista
Não resisti...
Entreguei-me por completo
Quando o baile acabou
A mascara você retirou
Olhou longamente nos meus olhos
E então se declarou


Florianópolis 15/16/2012 Ereni Wink

MÔ - P. do Tema = MÁSCARAS (REVELAÇÃO)


Mô Schnepfleitner
REVELAÇÃO



Quem é você
que se esconde
atrás desta
máscara de frieza?
Afasta ela 
do teu rosto
da tua vida
Respira fundo
e mostra
toda doçura
que existe
em você.

Mô Schnepfleitner

ANGELA - P. do Tema = MÁSCARAS (UMA PRECE)




Angela Mendes
UMA PRECE





Entre as paredes frias 

de um quarto de hospital,
sob uma máscara,
um rostinho de criança 
a sua dor esconde.
São tantas crianças
já sem esperanças
ligadas a aparelhos
que as impedem 
de viver sua infância. 
Outras em isolamento
sem ver a luz do sol.
Quanto tormento!
Seus olhares tristes
seguem do seu leito
os passos dos que andam
pelos longos corredores...
Por que, Senhor, Tu permites
tanto sofrimento
em seres tão inocentes?
Para que esses horrores?
Sob a máscara imagino
seu sorriso angelical!
Numa prece me recolho:
"Senhor, alivia delas a dor!"
Querem viver, sonhar,
brincar, cheias de ilusões.
Obrigada, Senhor, ouve
as preces de um pecador! 

(Ângela Mendes - 15/06/2012)

FÁTIMA PESSOA - P. do TEMA -= MÁSCARAS




Fatima Pessoa



Rompa as barreiras
Do silêncio
Da solidão 
Do mistério
Do seu coração
E tire a máscara da sua vida!
Não quero tê-lo distante...
Inatingível
Como se fosse um estranho.
Quero o seu encanto...
Chegue mais perto
Do meu carinho!
Alcance-me com o seu olhar
E admita que quer ser feliz!
Mostre-me a sua verdade...
Sem estampa!
Sem fantasia! 
Sem máscaras!

(Fatima Pessoa)

FÁTIMA PESSOA - P. DA FOTO = FOTO


Fatima Pessoa





Impossível não admirar
Esse gigante no céu
Como se estivesse
Levitando...
Cruzando a imensidão
Dos oceanos...
Do infinito.
Distante como se fosse um ser estranho
Mas perfeitamente dominado
Por humanos!

(Fatima Pessoa)

DAISI - P DA FOTO = EMAIL


Daisi Oliveira de Souza
Email




Querida amiga,
Lembra do nosso combinado?
Então, vamos ter que cancelar.
Não fique triste comigo.
Sabe “aquela pessoa”?
Me deixou de coração aflito,
Vamos nos encontrar...\o/
Me deseje sorte!
Sinto que vou me apaixonar.
Te mando notícias,
O avião vai decolar.
Ah! Não precisas chorar!
Detalhes..,Te escrevo de lá.
Beijão amiga! ♥

Daisi Oliveira de Souza

Você faz parte daqui