PROSAS EM VERSOS

SER POETA, É SENTIR AFLORAR DA PELE SENSIBILIDADE, É OUVIR O GRITO DOS QUE NADA DISSERAM, É VER POR UMA GAMA DE CORES INVISÍVEIS À MACROSCÓPICA VISÃO DOS INSENSÍVEIS, É PENETRAR IMPIEDOSAMENTE À ALMA HUMANA.

domingo, 16 de setembro de 2012

Ereni Wink - Foto = MENDIGO



Ereni Wink
MENDIGO




Velho marginalizado
Poeta da solidão
Mendiga um pedaço de pão
Implorando a Deus pelo perdão
Pelo fato de existir
E estar tão impotente
Não ter um abrigo na vida
Estar assim a deriva

Sem porto para ancorar
Faz do céu o seu telhado
Quando embaixo das marquises
Não o deixam dormir nem descansar
Andarilho sem destino
Olhar 
Cansado...
Desesperançado...
Perdido...
E assim leva a vida
Contando com a bondade alheia.

FLORIANOPOLIS 16/09/2012
Ereni Wink

Lucinha Santos - Tema = SER HUMANO



Lucinha Santos
SER HUMANO




SERES IMPERFEITOS
COM DEFEITOS
SER HUMANO
UNICO QUE PODE PENSAR, CRIAR,
TENTAR, RENOVAR
SER HUMANO
PODERIA SER PEREFEITO
TEM O DOM DE AMAR, PERDOAR, REALIZAR
PELO PODER DE DE DEUS
TEM O LIVRE ARBITRIO
PODE SER DO BEM OU DO MAU
ESCOLHER OQUE QUER, COMO QUER,
AONDE QUER
PODE SER ARROGANTE, DESTRUIDOR, INTOLERANTE
PODERIA ATÉ NÃO EXISTIR
É BICHO COMPLICADO
QUE NÃO SABE VIVER LADO A LADO
BICHO RACIONAL ?
PODÍAMOS TROCAR UM POUCO
DEIXARMOS OS IRRACIONAIS
DOMINAREM O MUNDO
NOS ENSINAR COMO DEVEMOS FAZER
POIS SABEM , NA VERDADE,
HÁ AMAR E A VIVER MUITO MELHOR QUE NÓS.

LUCINHA

Keyla Alves Fernandes - Tema - Ser-Humano (REAL)





Keyla Alves Fernandes
Real



A luta do viver

buscando o sustento
ser humano tem fome
alimento do corpo 
gritando por dentro



Seguindo...
Pedras e dores
resgatando dívidas 
a força de vencer
crescimento ,buscas e vidas...



O acalanto é o carinho
de um amigo,um filho
solidarizando com um olhar
um abraço terno e fraterno
esperanças do sonhar...



Juventude da vida eterna
o momento é o amor
vivendo sem medos de quedas
respirando a plenitude
a riqueza não é só moedas


Keyla Alves Fernandes

Maria Salete Ariozi - Foto = SINTO FALTA




Maria Salete Ariozi
Sinto Falta




Sinto falta 

Dos seus olhos
Que fixam despindo-me
De toda melancolia 
Trazendo a energia
Que revigora.



Sinto falta 
Da sua fala doce
Que embriaga abafando
Todos os sons
Em nossa volta.



Sinto falta
Das suas mãos
Que deslizam inquietas
Procurando por instantes
Onde parar.



Sinto falta
Da sua boca
Buscando na minha
O beijo que desperta
Loucura e desejo.



Sinto falta
Do seu corpo quente
Que me aquece 
Incendeia 
Transporta e apaga
Todo fogo.

((Salete))- Set-2012
Lei do Direito Autoral ( 9610/98)

Ereni Wink - Tema = Ser-Humano (ALMA COMPLEXA)




Ereni Wink
ALMA COMPLEXA



Sou um ser humano
Talvez dos mais complicados
Porém sou iluminada
Por uma luz do além

E quando erro 
Junto às mãos e me ajoelho
Pedindo a Deus clemência
Pelo ato cometido.

Nasci perfeita
Corpo e rosto harmonioso
Porém o pensamento é meu
E por ai eu pereço.

A minha história 
È igual a tanta gente
Lapida-se a pedra bruta
Para o diamante brilhar.

Em mãos erradas
O brilho ofusca a sensatez
Deixando fluir a turbidez
De quem tem alma confusa.
Que a humanidade
Seja sabia e acredite
Reveja seu livre arbítrio
Para no futuro brilhar.


FLORIANÓPOLIS 16/09/2012
EreniI Wink

Aníbal Bastos - Foto = SEM ABRIGO




Aníbal Bastos
SEM ABRIGO




Vives na triste miséria
Onde há tantos miseráveis
Com uns sorrisos amáveis
Fingindo ser gente séria!

Saiu-te o sangue das veias 
E do teu corpo o suor,
Para manter barrigas cheias
De quem te mentiu melhor!

Que importa que passes fome
Nem teres nada neste mundo!
Não passas dum Zé sem nome
Por alcunha: o vagabundo!

Dormes debaixo da ponte,
Ou do vão duma escada,
Pior que um bicho do monte
Que tem a toca abrigada!

Nas ruas pedes esmola!
Já não passas dum mendigo,
Dos que não usam sacola!
És chamado: sem-abrigo!

A barba esconde-te o rosto,
Para ninguém te conhecer,
Ou apenas para esconder,
As marcas do teu desgosto!

Só te apontam os defeitos,
Sem desculpas e sem pausas!
Julgam-te pelos efeitos,
Esquecendo-se das causas!

Talvez um dia, quem sabe,
Noutro mundo diferente,
A tua miséria acabe,
E, comece para outra gente!

A. Bastos (Júnior)

Maria Salete Ariozi - Foto = SOLITÁRIO



Maria Salete Ariozi
Solitário



Caminho sozinho 
Remoendo 
Antigas insatisfações
São recordações que trago
Em cada passo 
Confuso hoje
Sem direção
Num vazio do tempo
Que aperta o peito 
Afligindo meu coração
Comprime trazendo
Tristeza 
Toda ela invadindo
Pura desolação
Congelando ao relento
Qualquer afeição
Ainda sozinho penso
Renasço na miséria
Dos sentimentos
Que restam pelas frestas
Da minha solidão
Vou encontrando 
Um abrigo 
Aos poucos no encanto
De um pássaro
Solidário que vem
Afastar toda dor
Pousando a cantar
Em minha mão.

((Salete))-Set-2012
Lei do Direito Autoral (9610/98)

Simone Ribeiro - Foto = INSPIRAÇÃO




Simone Ribeiro
 Inspiração



Sou pedinte
Sim....
Sou pedinte...

Preciso de carinho,
atenção,
um afago
e um olhar...

Necessito de atenção 
para saber que sou notada...

Necessito de carinho e afago,
como a um animal 
para sentir o calor humano...

E do olhar?
Ah... 
Um olhar...
Dele preciso...
Para me sentir
Para me aquecer

Para que ali me perca
me encontre e me ache...

Me sinta sendo vista...
Olhada....
Notada mesmo...

Muitos são pedintes!
E muitos mais
Ainda são os necessitados...

Quando vemos pessoas
Nas mesma condições 
Desse ser humano 
Da nossa foto,
Já concluímos:
- É um miserável!
Necessita de roupas e comida!

Mas quantos de nós,
que trabalhamos,
temos o alimento
e a vestimenta
também estamos a pedir...

Queremos um afago...
Um olhar...
Aquele beijo gostoso roubado...
E aquele amasso exagerado...

Sim...Todos nós!
Uns necessitam do alimento
E da vestimenta...
Talvez, estes que precisam,
essencialmente 
e urgentemente 
dessas provisões para viver, 
tenham muito mais calor humano 
do que nós, 
que temos casa, comida e roupa lavada...
E uma família!

Pois corremos tanto,
atrás de tanto
e precisamos sim...
De tão pouco...

E no final deste escrito...
Chego à seguinte conclusão:
- Sou necessitada sim...
Sou mendiga
Sou carente
Sou alguém a te pedir....

Me dá um prato de amor?

(SIMONE RIBEIRO)

Simone Ribeiro - Tema = Ser-Humano (SOU HUMANA?)




Simone Ribeiro
Sou humana?




Bom...
Aprendi, na escola
que fui gerada
por um espermatozóide, 
esperto, por sinal,
que achou o óvulo...

Minhas células 
se transformaram 
em tecidos 
que formaram órgãos 
que, num conjunto 
formaram sistemas...
E depois de decorridos nove meses...
Eis que nasço!

Segundo Darwin, 
descendo de primatas...
E o que me diferencia deles?
Virei Homus eretos
Ando em duas pernas
E penso...
Sobre as duas pernas...

Segundo a filosofia espírita
fui criada por um ser superior...

Meu espirito é eterno,
mas meu corpo se deteriora...

Mas nasci...
Uma parteira deu essa força
e um tapa na minha bunda!
E foi ela quem contou...

Fui à escola!
Entrei aos 7 anos e não mais sai!

Hoje, sou um ser humano adulto!
Uma mulher...

Mas o que faço para ser realmente humana?
No sentido pleno da palavra?

Humanidade somos todos nós
E sou um pedacinho desse todo!

Sou professora - tá.
Mas será que é o suficiente?

Ser humano é ser caridoso
Ser humano é ser gentil
Ser humano é falar a verdade
Ser humano é ser verdadeiro consigo mesmo
Ser humano é saber dizer o que pensa
O que sente e o que lhe vai no pensamento!

É saber amparar 
Com palavras
Atos 
Pensamentos 
Quem de mim precisar...

Ser humano é ter um pouco de amor
E saber dividí-lo com seu próximo...

E quem é meu próximo?
Aquele outro ser humano
Que está ali 
Ao teu lado 
Todos os dias!

Geralmente,
quando falamos em próximo
vemos pessoas que estão nas ruas,
nos lixões,
debaixo de pontes ou favelas...

Mas não!
O nosso próximo está bem ali!
Em nossa casa,
ao nosso lado...
Vivendo o dia a dia conosco
Seja bom ou ruim
Está bem ali
Ao alcance de nossas mãos
Para um carinho
Um chamego
Um abraço....

E um beijo bem molhado
Com sabor de amor
Misturado a tudo de melhor
Que temos em nós mesmos...

Autoria: SIMONE RIBEIRO

É Certo?




Ana Luiza Almeida




Posso tocar-te com o pensando...
Saltar do teu inconsciente onde vivo a tua espera...
Atravessar a janela do tempo que nos separa...
Respirar o ar úmido carregado de nostalgia...
Sentir a brisa fria acalmando o fogo da ansiedade.
Revelando a fragilidade dos sonhos erguidos na areia...
Porque se não estás aqui? 
Te sinto tão perto...
É certo? 
Como o lamento da tua ausência.




Maria Salete Ariozi - Tema = Ser-Humano (CRIAÇÃO)




Sopros que levam às ações
Impiedosas 
Medidas impensadas
Imperfeitas
Neste mundo real onde
Fantasias
Tomam conta de toda 
Natureza humana.

Acomodado ser vivente,
Inquieto espírito
Perturbado por razões 
Infundadas
Inferiores
Mundanas.

Ser Humano
Influenciável em suas
Diretrizes -todas- 
Que seriam sublimes
Se compartilhada conforme
A Imagem e Semelhança
Do Criador 

Perfeita !
Obra elaborada na criação 
Pureza inicial almejada
Para povoar, crescer
Multiplicar-se.
Imperfeita !
Em desvendar por si só
Os mistérios
De sua real missão.

((Salete))-Set-2012
Lei do Direito Autoral (9610/98)

Angela Mendes - Foto = ALÉM DA APARÊNCIA




Angela Mendes
ALÉM DA APARÊNCIA


Quando passas por mim

e viras teu rosto,
fingindo não me ver,
lembra-te que sou teu
semelhante,
alquebrado pelos anos,
sem lar, sem futuro,
mas preciso viver!
Podes mudar
minha história.
Dá-me tua mão,
ampara-me, dê-me um lar...
Não quero viver de esmola.
Veja além da minha aparência,
pois carrego dentro de mim,
do saber, a experiência.


ângela mendes, 16/09/2012.


Angela Mendes - Tema = Ser-Humano (TOTALIDADE)



Angela Mendes
TOTALIDADE



Incompleto, imperfeito,
sempre a buscar algo
numa corrida desenfreada,
torna-se um escravo
de si mesmo,
uma carta marcada.
Sem liberdade,
náufrago no mar da vida...
Esquece que para ser feliz
deve olhar para dentro de si mesmo,
falar dos seus sentimentos,
amar seu semelhante,
semear a bondade,
viver cada momento
como se fosse o único.
O ser humano chora e ri
canta e dança,
ouve música e embala o coração,
emociona-se com a dor e com a alegria.
Ampara o amigo
acaricia uma criança
ama os animais
vibra com o seu time favorito.
Ao ler um poema que acha bonito
a lágrima aflora.
Cai, levanta, não desanima,
dá colo, mas também pede, é carente.
Ama, apaixona-se, perdoa,
nasce, vive e morre.
Mas deixa sempre atrás de si
as marcas de que passou por ali, 
semeando o amor!

ângela mendes, 16/09/2012.

Ligia Shlochmann - Tema = SER HUMANO




Ligia Shlochmann
SER HUMANO




HUMANO SER
TÃO PROSAICO, COMO BELO,
SENSÍVEL, INSANO, INAUDÍVEL 
MUITAS VEZES PROFANO...
"SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO"
DIÁFANO COMO O TOCAR
DE UM PIANO.....
SOBERBIA OU SOBERANO?
SUJEITO DA PRÓPRIA HISTÓRIA?
OU A MÃO CRIATIVA,QUE HERDAMOS
DE NOSSOS ANCESTRAIS.
OU SIMPLESMENTE UM 
LEDO SER ENGANO HUMANO.

Ligia Shlochmann.
inv/set/2012.

Carlos Menino Beija-flor - Tema = Ser-Humano (HOMENS)


Carlos Menino Beija-flor
HOMENS



Homens fazem a história
com vergonha ou com glória
com sangue e paz.
Meio Criador,meio criatura.
Presa e predador.
Guerra e amor.
Acima de tudo sonhadores.
E jogando a moeda do cara e coroa,
do bem e do mal...
veja tudo que eles fazem:

Adão
Caim
Pilatos
Guevara
Napoleão
Lennon
Raul Seixas
Mozart
Nero
Bush
Saddam
Salomão
Evita
Gandhi
Hitler
Judas
Tiradentes
Jesus Cristo…

...e entre eles por que não?...Carlos.

Lá vão eles mundo afora
desde os tempos de outrora
semeando bombas e amores
colhendo feridas e flores.
Ora precisos, ora indecisos
Ora santos, ora nem tanto
Ora risos, ora pranto.
Compondo sua história,
fortes e fracos,
mas,ainda não sabem dizer
se são homo sapiens ou simples macacos


PAULA TEIXEIRA - Foto = DIGNIDADE



Paula Teixeira
Dignidade.




Ñao vim a este mundo,
para delinquir ,
nem se mentir,
roubar ñao é para mim !
O dinheiro nunca o vi,
jamais matei !
O meu pão á repartir,
de herança deixo :
a minha dignidade ,
a saudade daqueles 
de quem conheci ,
os que souberam de mim e
também aos que nunca vi.
No meu velório , 
ñao quero coroas de flores ,
nem honras de estado ,
pois, á mim ,
o Cristo prometeu um jardim sem fim ...



Jorge Morais - Foto = CHAMA APARENTE






chama aparente
luz que retrata
num estípite cinzento
flor queimada
de folhas verdes
esperança deixada
entre a vida reluzente
e a parte ardida
que separa o evidente
da chama marcada
cujo fósforo ardente
transformará a flor
em nada
o que vida era
de beleza chamada
na fria dureza
determinada
faz com que a formosura
se mostre verdade nua
e tudo volte
à terra queimada

jorge morais

Fatima Pessoa - Tema = Ser-Humano (UM POETA, SIMPLESMENTE)




Fatima Pessoa
UM POETA, SIMPLESMENTE



PARECE-ME...
HUMANO
EM TODAS AS DIMENSÕES
DE UM SER
EXPRESSIVO
DE VISÃO AMPLA
QUE TRANSFORMA 
FRASES EM EMOÇÕES
IMPULSOS EM SENSAÇÕES
POIS NA LEVEZA
DE SUA LINGUAGEM POÉTICA
HARMONIZA OS PENSAMENTOS
ALÉM DA IMAGINAÇÃO
E DEIXA A SUA MARCA
COM ALMA
COM ENCANTO
PARECE-ME...
QUE A SUA ENERGIA
VEM DE UMA IDENTIDADE INTERIOR
COM SINTONIA DIVINA
ONDE...DE MANEIRA QUASE PLENA
INTEGRA-SE COM O EXTERIOR
PARA DESVENDAR OS MISTÉRIOS
DE SUA POESIA
PARECE-ME...
QUE SE "EXILA" EM SEUS VERSOS
QUE ENCAIXA OS SEUS DONS POÉTICOS
NA TRAMA DOS SEUS "ECOS"
NAS LUZES DOS SEUS "REFLEXOS"
PARECE-ME...
UM SER NOTÁVEL
OU SIMPLESMENTE...
UM POETA...HUMANO...SENSÍVEL!

(FATIMA PESSOA)

Ligia Shlochmann - Foto = O MENDIGO/POETA DE ISTAMBUL




Ligia Shlochmann
O MENDIGO POETA DE ISTAMBUL




MÁGICA, A LINDA ISTAMBUL
METADE EUROPA
METADE ÁSIA..........
POETA DO DESABRIGO
SÁBIO MENDIGO.
VAGA PELAS RUAS,
PROFETA DO CASTIGO, DO DESCASO 
REZA NA MESQUITA AZUL
PEDINDO INSPIRAÇÃO
ENTRA EM SANTA SOFIA
AMIGO DE TODOS OS CREDOS
É CLÉRIGO, POETA OU MENDIGO?
VIVE EM CONSTANTE PERIGO
RIMA NO NORTE E SUL DE ISTAMBUL
A PROCURA DE ABRIGO,
O ANONIMO POETA DA LINDA ISTAMBUL.

Ligia Shlochmann.
inv/SET/2012.

Você faz parte daqui